El Mate
Portal Alto Piquiri
Dengue
Coronavirus
ACCEL CELULARES
Portal Alto Piquiri
Tíade Corretorra
Sumup
Decoração
Dengue
CRENÇA

Mulher casa com bezerro achando ser encarnação do marido

O bezerro lambeu meu cabelo, depois meu pescoço, depois me beijou, realmente me fazendo acreditar que ele seja meu marido.

28/08/2020 20h00
Por: Portal Alto Piquiri
Fonte: Canal Tech
292
Foto:Divulgação
Foto:Divulgação

Uma mulher que mora na província de Kratie, no Camboja, perdeu o marido há cerca de um ano e estava de luto até conhecer o novo amor de sua vida: um bezerro. Khim Hang, de 74 anos, acredita que o animal é a reencarnação de seu falecido marido, Tol Khut.

A mulher percebe no animal características que a lembram seu falecido marido. Foi criado até um altar, no quarto que costumava ser de Tol, com fotos do homem e várias flores. “Quando eu fui ver um médium, sua alma entrou e disse: ‘Eu sou seu marido’. Então, o bezerro lambeu meu cabelo, depois meu pescoço, depois me beijou, realmente me fazendo acreditar que ele seja meu marido”, comentou Khim ao jornal The Indian Express. O animal, que fica no antigo quarto de Khut, olha através das janelas, assim como o homem fazia. A família coloca o bezerro na cama todas as noites e o animal dorme com o travesseiro favorito de Khut.

O bezerro, que divide a casa junto com Khim e seus filhos, está chamando atenção de pessoas que moram por perto e fazendo sucesso. Tol Vandy, filho de Khim, explicou que o bezerro lambe os braços apenas de quem é seu parente e o comportamento com eles é suficiente para provar que ele é realmente Tol Khut. “Vou mantê-lo e cuidar dele para toda a minha vida”, diz Khim, que pediu a seus filhos para cuidar de seu “marido” reencarnado após a morte e realizar o mesmo funeral religioso para o animal que o de um ser humano quando ele morre.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários