Terça, 18 de Junho de 2024
21°

Tempo nublado

Alto Piquiri, PR

INTERNACIONAL Temporal

Chuva de 170 mm, granizo de 8 cm e vento forte no Uruguai

Na segunda, novas áreas de instabilidade vão avançar com chuva do estado gaúcho para o território uruguaio.

27/04/2024 às 18h27
Por: Redação Fonte: MetSul Meteorologia
Compartilhe:
Vendaval atingiu a localidade de El Aguila (Rio Negro) | REDES SOCIAIS
Vendaval atingiu a localidade de El Aguila (Rio Negro) | REDES SOCIAIS

Fortes temporais atingiram o Uruguai com o encontro de uma massa de ar quente com ar mais frio. As tempestades atingiram diferentes departamentos do país vizinho com registro de queda de granizo, de até 8 centímetros de diâmetro em alguns pontos, e alguns vendavais.

Foi uma condição altamente antecipada pelos serviços meteorológicos. A MetSul tinha alertado que o avanço de uma frente quente causaria temporais no Uruguai. O Instituto Uruguaio de Meteorologia emitiu alerta laranja para “fortes tempestades e chuvas intensas”.

Em Solís de Mataojo, Lavalleja, caíram grandes pedras de granizo. Algumas pedras de granizo tinham o tamanho de um ovo de galinha. “O barulho de dentro das casas era impressionante. Havia carros amassados ​​e para-brisas quebrados”, disse um morador local ao jornal El País, de Montevidéu. Temporais de granizo atingiram ainda as localidades de Las Piedras (Canelones) ou Kiyú (San José), provocando danos em telhados. Houve registro de granizo isolado ainda em setores do Norte do Uruguai próximos da fronteira com o Rio Grande do Sul.

Além dos temporais, a instabilidade trouxe muita chuva. De acordo com os dados do Instituto Uruguaio de Meteorologia, os acumulados em 24 horas até às 7h da manhã deste sábado foram de 176 mm em Isidoro Noblia (Cerro Largo), 151 mm em Vichadero (Rivera), 125 mm em Charqueada (Artigas) e 122,5 mm em Rivera (Rivera). Cerro Largo, Rivera e Artigas são todos departamentos de fronteira com o Rio Grande do Sul.

Por que choveu tanto e com temporais? Uma frente quente que se formou sobre o Rio Grande do Sul avançou durante a sexta-feira para o Uruguai. Esta frente, então, passou a ser fria e começou a avançar para de volta para o Rio Grande do Sul neste sábado. Na fase quente do sistema frontal se concentraram os temporais enquanto na fase da frente fria se deu a chuva mais volumosa.

Diferentemente de uma frente fria, que é impulsionada por ar frio, a frente quente tem seu movimento ditado pelo avanço de ar quente. Por isso, seu movimento no estado é de Norte para Sul, ao contrário dos sistemas frontais frios que avançam de Sul para Norte.

É também por isso que após a passagem da frente quente esquenta muito, ao contrário da frente fria que traz queda de temperatura. Frentes quentes ocorrem tradicionalmente no outono e no inverno, especialmente no mês de junho, e costumeiramente trazem chuva localmente forte a intensa, muitos raios e queda de granizo. Embora possam ocorrer temporais isolados com vento, chuva forte, raios e granizo são mais comuns que vento em frentes quentes.

Vento causou danos na zona rural de El Aguila (Rio Negro) | REDES SOCIAIS

Granizo ontem em Las Piedras (Canelones) | JENII GUTIERREZ

Uma massa de ar mais frio garante tempo firme no Uruguai neste domingo e o dia vai se iniciar com temperatura baixa em grande parte do país, inclusive com mínima de um dígito (abaixo de 10ºC). Na segunda, novas áreas de instabilidade vão avançar com chuva do estado gaúcho para o território uruguaio.

Informações MetSul Meteorologia 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias