Terça, 18 de Junho de 2024
21°

Tempo nublado

Alto Piquiri, PR

BRASIL Foi preso

Suspeito de estuprar e tentar matar criança em matagal é preso

A corporação foi acionada após receber uma denúncia de que a menina teria sido levada por um catador do Bairro Teixeiras.

07/06/2024 às 16h13
Por: Adriana Fonte: CGN
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um homem, de 41 anos, suspeito de estuprar e tentar matar uma menina, de 9 anos, no Bairro Salvaterra, Zona Sul, foi preso em Juiz de Fora. O suspeito seria um catador de material reciclável e teria levado a vítima em seu “carrinho” para um matagal na Rua Domingos Húngaro, onde teria abusado sexualmente da criança e a agredido. A ocorrência foi registrada na tarde desta quinta-feira (6) pela Polícia Militar (PM).

A corporação foi acionada após receber uma denúncia de que a menina teria sido levada por um catador do Bairro Teixeiras. Os militares verificaram câmeras de segurança de estabelecimentos comerciais da região e identificaram o trajeto do suspeito, que teria seguido em direção à Avenida Deusdedith Salgado.

Outras imagens mostram o homem entrando na Rua Domingos Húngaro, local que possui uma área de mata extensa, e voltando cerca de 30 minutos depois sem a menina. Com isso, a PM acionou as Rondas Ostensivas com Cães (Rocca), o Pégasus e os bombeiros para auxiliarem nas buscas pela menina.

Enquanto a varredura ocorria, a PM recebeu informações sobre o suspeito e o localizou no Bairro Sagrado Coração de Jesus, onde o homem foi preso. Aos militares, ele assumiu ter levado a criança para a área da mata e indicou o local onde teria abusado sexualmente da vítima e, sem seguida, a agredido até que ela desfalecesse, acreditando que a menina estaria morta.

No local, as equipes de buscas conseguiram localizar a criança em ponto de difícil acesso e ocultada por arbustos. A menina estava viva, sendo imediatamente retirada do local para receber os primeiros socorros dos Bombeiros. O Samu também foi acionado e, conforme o serviço de atendimento, a vítima apresentava traumas no rosto, diversas escoriações e indícios de abuso sexual. Ela foi encaminhada para a Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora com traumatismo cranioencefálico (TCE) grave.

A tia-avó da vítima, de 46 anos, estava com a criança no momento que ela foi levada pelo suspeito. A mulher também foi presa por abandono de incapaz. Conforme o Registro de Eventos de Defesa Social (Reds), a suspeita informou que o homem teria oferecido ajuda para coletar recicláveis, dizendo que buscaria um outro “carrinho” e pedindo autorização da tia para levar a criança junto. Por outro lado, o suspeito alegou que a mulher teria entregado a criança para ele, dizendo que a família não estaria “dando conta”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias