Terça, 16 de Julho de 2024
24°

Parcialmente nublado

Alto Piquiri, PR

INTERNACIONAL Encontrado morto

Ator morre após sair com mulheres que conheceu no Tinder

O corpo foi descoberto por uma faxineira que trabalha na propriedade. As informações são do jornal chileno “La Tercera”.

28/06/2024 às 08h36
Por: Adriana Fonte: CGN
Compartilhe:
Foto: Reprodução Rede Social
Foto: Reprodução Rede Social

A Polícia de Medellín, na Colômbia, está em uma corrida contra o tempo para desvendar as circunstâncias misteriosas que envolvem a morte do ator chileno Álex Andrés Araya, de 42 anos. O artista, oriundo de Antofagasta, no Chile, foi encontrado sem vida em um imóvel alugado por meio do Airbnb, sem marcas visíveis de violência.

O corpo foi descoberto por uma faxineira que trabalha na propriedade. As informações são do jornal chileno “La Tercera”. Álex, que estava de férias na Colômbia, teria chegado ao imóvel acompanhado por duas mulheres que conheceu através do aplicativo de paquera Tinder. Posteriormente, as mulheres foram vistas deixando o local carregando duas malas pequenas. Acredita-se que os pertences do ator, incluindo seus cartões de crédito e o celular, estavam nessas bagagens.

A família de Araya suspeita que ele possa ter sido mais uma vítima da droga conhecida na Colômbia como burundanga, ou escopolamina. Essa substância tem o poder de deixar uma pessoa inconsciente por até 24 horas e pode ser fatal se administrada em doses maiores. No Brasil, essa prática criminosa é conhecida como “Boa noite, Cinderela”.

Até o momento, ninguém foi preso em relação ao caso. A polícia aguarda pelos resultados dos exames toxicológicos para confirmar ou descartar a suspeita de envenenamento. Enquanto isso, o mundo do teatro no Chile, onde Araya ganhou notoriedade, lamenta a perda de um de seus talentos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias