Quarta, 04 de Agosto de 2021
(44)9 8806-5594
BRASIL Fauna

Cobras mais venenosas do Brasil: principais espécies conhecidas

As cobras mais venenosas do Brasil são encontradas em toda extensão do país e podem ter efeitos letais com apenas uma picada.

22/07/2021 18h40 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
BioDiversity4All
BioDiversity4All

As cobras mais venenosas do Brasil podem ser classificadas com base em alguns critérios diferentes. Isso porque a avaliação depende de fatores como a potência do veneno animal e a frequência de acidentes observados com cada espécie.

No Brasil, por exemplo, a cobra coral verdadeira possui o veneno mais perigoso de todos, mas é responsável por apenas 1% dos acidentes. Por outro lado, as espécies de jararaca possuem venenos menos potentes e representam mais de 80% dos acidentes.

Diante das possibilidades, a nossa lista foca em apresentar o risco a partir da intensidade do veneno. Em alguns casos, por exemplo, uma única picada pode ser tão letal como o ataque de um carnívoro faminto, como um leão.

10 cobras mais venenosas do Brasil

Cobra Coral

BioDiversity4All

A cobra coral tem o veneno mais forte não só do Brasil, mas de todo o planeta. Elas podem ser encontradas em partes da África, Ásia e Oceania, além do Brasil, é claro. Por aqui, existem 39 espécies e e subespécies, sendo 36 do gênero Micrurus e 3 do gênero Leptomicrurus. O veneno tem uma ação que provoca sintomas como visão borrada e dupla, face alterada, aumento de salivação e dores musculares. Além disso, alguns casos podem provocar insuficiência respiratória e levar à morte. A principal ocorrência da cobra coral é nos estados das regiões Centro-Oeste, Sudeste Sul, mas também existem exemplares em partes da Bahia e Tocantins.

Cascavel

BioDiversity4All

O veneno neurótico das cascaveis afeta o sistema nervosa da vítima e provoca dificuldades de respiração e locomoção. Além disso, outros sintomas podem incluir visão turva, flacidez no rosto, paralisia de músculos dos olhos e e visão dupla. Em média, os primeiros sinais na vítima só aparecem em cerca de seis horas após a picada. Apesar da aparente demora, é a cobra com segundo veneno mais forte do Brasil.

Jararaca-de-alcatrazes

BioDiversity4All

As cobras mais venenosas do Brasil incluem algumas variações da jararaca, sendo a jararaca-de-alcatrazes a mais peçonhenta do grupo. A princípio, a ilha de Alcatrazes tinha ligação com o continente, mas a elevação das águas isolou a região e, assim, as cobras dali. Ainda que a espécie tenha ficado menor em tamanho, seu veneno é dez vezes mais forte do que as jararacas comuns no continente.

Jararaca-ilhoa

BioDiversity4All

A cobra é endêmica da ilha de Queimada Grande, na costa de São Paulo, ou seja, só ocorre nessa região do país. O veneno da espécie arborícola de jararacas é muito perigoso, pois é capaz de gerar falência geral dos órgãos na vítima em até duas horas após a picada. Por causa disso, a espécie consegue se alimentar de aves, já que elas morrem após um tempo relativamente curto e não conseguem escapar para regiões muito distantes.

Surucucu-pico-de-jaca

BioDiversity4All

Apesar de ser uma das cobras mais venenosas do Brasil, a espécie é responsável por apenas 2% dos acidentes com cobras do país. A variação de surucucu é nativa das regiões da Mata Atlântica e Floresta Amazônica, sendo a única que avança nas vítimas mesmo sem provocação. Além disso, ela possui um bote muito potente em força, distância e altura. O veneno é capaz de gerar hemorragias locais que podem se espalhar pelo corpo, a menos que o soro antiofídico seja aplicado de forma imediata.

Jararaca-cruzeira

BioDiversity4All

A espécie de jararaca-cruzeira é endêmica do Brasil, não ocorrendo em outras partes do mundo. Ela é comum especialmente nos estados de Minas Gerais, Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. De acordo com pesquisas sobre picadas de cobra, essa é a serpente com o maior registro para acidentes em relação aos seres humanos.

Jararacuçu

BioDiversity4All

Podendo chegar até 2 metros de comprimento, além de ser uma das cobras mais venenosas do Brasil também está entra as que mais atacam pessoas por aqui. Logo após a picada, a cobra é capaz de injetar uma grande quantidade de veneno, oferecendo risco imediato para suas vítimas.

Caiçara

BioDiversity4All

A cobra caiçara é comum de países da América do Sul, como Argentina, Bolívia e Paraguai. No Brasil, ocorre na região central e sudoeste, sendo destaque de agressividade entre as variações de jararacas. O bote da cobra acontece no sentido vertical, podendo alcançar partes mais altas do corpo, diferente das espécies que costumam atacar somente membros inferiores. O veneno é capaz de destruir fibras e tecidos musculares, podendo causar efeito em menos de 4 horas após a picada.

Cobra cotiara

BioDiversity4All

Além de ser uma das cobras mais venenosas do Brasil, a cotiara também é uma das mais bonitas do país. A espécie costuma armar o bote a partir do menor sinal de cheiro de suas vítimas e oferece risco letal. Diferente do que diz a crença popular, o veneno não pode ser tratado com torniquete ou tentativa de sugamento, precisando de soro antibotrópico o mais rápido possível.

Urutu cruzeiro

BioDiversity4All

A urutu é uma serpente temida pela força de sua mordida. Isso porque mesmo quando não tem efeito letal, a mordida pode destruir o tecido do músculo e deixar a vítima permanentemente aleijada. Os efeitos do veneno são similares ao de outras espécies de jararaca.

Acidentes com cobras venenosas no Brasil

BioDiversity4All

No Brasil, apenas 1% dos acidentes com cobras são de responsabilidade da cobra mais venenosa da lista, a cobra coral. Considerando o risco de acidente, as jararacas são as mais perigosas, já que são mais estressadas e ocorrem em todo o país.

Considerando todas as variações de espécies, mais de 90% das picadas ocorre no contato com jararacas. Além do comportamento arisco das espécies, outros fatores favorecem a alta porcentagem, como por exemplo a quantidade de espécimes e distribuição pelo território nacional.

Para essas cobras venenosas, o ataque é a melhor forma de defesa. Sendo assim, apenas a proximidade com uma das serpentes pode ser suficiente para provocar o bote e a inoculação do veneno.

Atrás das jararacas, as outras cobras venenosas que mais atacam no Brasil são as cascaveis (7% dos acidentes) e as sururucus (2%).

FontesCPTG1Top 10 Mais

ImagensBioDiversity4All

 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Alto Piquiri - PR
Atualizado às 06h43 - Fonte: Climatempo
Poucas nuvens

Mín. Máx. 24°

° Sensação
15.5 km/h Vento
64.8% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (05/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 11° Máx. 26°

Sol com algumas nuvens
Sexta (06/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 28°

Sol com muitas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias