Terça, 28 de Setembro de 2021
36°

Poucas nuvens

Alto Piquiri - PR

POLÍCIA Crime Bárbaro

Neto de 14 anos mata avô a facadas para saber como é ver uma pessoa morrer

Menor contou a polícia que planejava matar outras pessoas.

01/08/2021 às 17h22
Por: Redação Fonte: Campo Alegre Notícias
Compartilhe:
Foto: Campo Alegre Notícias
Foto: Campo Alegre Notícias

Autoridades policiais foram chamadas na última quinta-feira (29) para atender uma ocorrência em que encontraram um idoso, caído, morto no chão da própria casa. O caso aconteceu no município de Canelinha, em Santa Catarina. As investigações iniciam, no local não há sinais de arrombamento e durante as buscas uma quantidade significativa de dinheiro é encontrado na residência.

No dia seguinte, os investigadores recebem uma ligação com uma confissão do neto, de 14 anos, que tinha matado o idoso. O menor tratou o caso com frieza, dormiu na mesma casa após o crime e ainda foi ao velório do avô.

 

Depois da confissão, o neto se entregou a Polícia Militar que fez a apreensão dele e o conduziu a Polícia Civil. Ele foi ouvido, juntamente com o Conselho Tutelar e seus pais, depois o delegado de Polícia representou pela sua internação provisória.

Motivação

De acordo com pessoas próximas, o jovem já se envolveu em situações onde planejava matar pessoas próximas a ele. Ele disse a polícia que matou só pra saber como seria ver alguém morrer. Ao todo, foram 4 facadas no avô.

Clique aqui para receber as notícias do Portal Alto Piquiri em Tempo Real através do WhatsApp

Quando foi apreendido, o menor revelou que tinha a intenção de matar os pais. Além disso, afirmou que mantinha contato com alguém que o conheceu pela internet e ali recebia orientações obscuras sobre assassinatos. Algumas dessas conversas aconteciam por chamada de vídeo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias