Terça, 28 de Setembro de 2021
36°

Poucas nuvens

Alto Piquiri - PR

INTERNACIONAL Superação

Médico sugere aborto de bebê sem braços e mãe dá resposta emocionante

Americana afirmou que decidiu seguiu com a gestação até o fim. Há três meses ela deu à luz Ivy, uma menina saudável.

12/09/2021 às 19h00
Por: Redação Fonte: VOGUE/GLOBO
Compartilhe:
A pequena Ivy (Foto: Reprodução / Instagram)
A pequena Ivy (Foto: Reprodução / Instagram)

A americana Vanessa McLeod deu um depoimento emocionante sobre o nascimento de sua filha Ivy, que não desenvolveu braços durante a gestação. Ela contou que, ao descobrir sobre a deficiência da bebê ainda na gravidez, ficou muito abalada, mas não seguiu a orientação do médico para fazer um aborto.

“A notícia pareceu um soco no meu estômago. Fiquei sem ar e chorei demais. Nunca tinha pensado na possibilidade da minha filha não ter braços. Fiquei devastada”, afirmou ao site “Love What Matters”.

Clique aqui para receber as notícias do Portal Alto Piquiri em Tempo Real através do WhatsApp

Na 19ª semana de gravidez, ela buscou um geneticista para ver se haveria esperanças de reverter a situação, mas o que ouviu deveria abrir mão da bebê. “Achei que a consulta me daria mais esperanças, mas foi o contrário”, desabafou.

Vanessa McLeod com Ivy e sua família (Foto: Reprodução / Instagram)

“Quando eu e meu marido dissemos que queríamos continuar com a gravidez, ele disse bruscamente: ‘Mas pense na qualidade de vida... Ela não vai ter mãos!’”, lembrou. “Eu sempre fui a favor da descriminalização do aborto, mas aquela conversa com o médico mexeu muito comigo. Ele fez eu me sentir culpada por querer manter a gravidez".

Após deixar a consulta com o médico, o casal foi ter uma conversa difícil sobre qual decisão iria tomar. "Assim que tive um momento de privacidade com meu marido, ele olhou para mim e disse com muita certeza e paixão: ‘Eu vou fazer o que for preciso para cuidar dela. Eu farei qualquer coisa. Vou construir a prótese que precisar. Vou cuidar dela durante toda a vida’. Naquele momento, soube que ele estava certo. Ela era nossa para amar e proteger e nós já a amávamos”, completou.

Vanessa prosseguiu com a gestação e deu à luz há três meses uma menina muito saudável. "Ela é perfeita para mim. Nunca a trocaria por nenhum outro bebê no mundo. Era para ela ser minha filha e era pra eu ser sua mãe. Queria que aquele médico que me mandou abortar visse como minha filha está se desenvolvendo bem”, finalizou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias