Sexta, 22 de Outubro de 2021
19°

Poucas nuvens

Alto Piquiri - PR

BRASIL Animais peçonhentos

Homem é picado por aranha-marrom enquanto dormia e precisa fazer transfusão com 30 bolsas de sangue

Os acidentes costumam acontecer quando o inseto se abriga em sapatos, lençóis, toalhas e roupas.

24/09/2021 às 18h26
Por: Redação Fonte: Visor Notícias
Compartilhe:
Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução
Um homem foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Sebastião, em Três Corações (MG), após ser picado por uma aranha marrom. Anderson Pompeu, de 35 anos, dormia quando foi picado, há dez dias.
Desde então ele teve anemia, mau funcionamento dos rins e precisou de transfusão de sangue. Ao todo, ele usou 30 bolsas de sangue e permanece internado na UTI. Com a chegada das estações mais quentes, é preciso redobrar os cuidados para evitar acidentes com animais peçonhentos.
No calor, as aranhas saem em busca de comida. Nos casos de ataque, é preciso buscar ajuda nos hospitais de referência o mais rápido possível.
Prevenção
A aranha-marrom costuma se esconder em lugares escuros e secos. No interior das casas, fica atrás de quadros, armários, estantes, caixas e outros materiais que não são movimentados com frequência. Na área externa, vive debaixo de cascas de árvores, em folhas secas, buracos, telhas e tijolos empilhados, entre outros.
Os acidentes costumam acontecer quando o inseto se abriga em sapatos, lençóis, toalhas e roupas. Nesses casos, a pessoa pode comprimir a aranha contra a pele, sem perceber. Portanto, em cidades onde essa praga é comum, os moradores devem criar o hábito de observar roupas e calçados antes de vesti-los e checar as roupas de cama e banho com frequência.
Para reduzir a incidência de infestações por aranha-marrom, existem algumas ações preventivas:
Manter os ambientes limpos, sem entulhos e ventilados;
Eliminar frestas e buracos em paredes, portas, assoalhos e vãos entre o forro e paredes;
Manter limpos os jardins, aparando e cortando a vegetação excedente.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias