Sexta, 22 de Outubro de 2021
20°

Poucas nuvens

Alto Piquiri - PR

PARANÁ Acidente BR-369

Órgãos de Gabrielli são doados para três pessoas: 'Vai ter um pouquinho dela em cada um', diz irmão da vítima de acidente na BR-369

Pais da criança morreram no acidente, e menina teve morte cerebral quatro dias depois. Órgãos de Gabrielli foram enviados para pacientes de SP, RJ e RS.

07/10/2021 às 05h58 Atualizada em 07/10/2021 às 06h05
Por: Redação Fonte: g1 PR e RPC Cascavel
Compartilhe:
Gabrielli, de 9 anos, Cristina, de 40 anos, e Moacir, de 42 anos, morreram após o acidente, em Cascavel — Foto: Arquivo pessoal/Imagens autorizadas
Gabrielli, de 9 anos, Cristina, de 40 anos, e Moacir, de 42 anos, morreram após o acidente, em Cascavel — Foto: Arquivo pessoal/Imagens autorizadas

Os órgãos da menina Gabrielli Cristina Koji, de nove anos, foram captados, nesta quarta-feira (6), para serem doados a três pessoas, segundo o Hospital Universitário de Cascavel, no oeste do Paraná.

A criança havia ficado gravemente ferida em um acidente de trânsito na BR-369, onde perdeu os pais na batida. Gabrielli teve morte cerebral quatro dias após ser internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica.

Segundo o hospital, a captação dos órgãos durou três horas e ocorreu na manhã desta quarta. O fígado e os dois rins da criança foram enviados para três pacientes dos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro.

Família autorizou a doação de órgãos de Gabrielli, em Cascavel — Foto: Arquivo pessoal/Imagem autorizada

Por causa do acidente, Gustavo Koji, de 16 anos, perdeu os pais Moacir Koji, de 42 anos, e Cristina Pereira Koji, de 40 anos, além da irmã mais nova. Ele estava no colégio quando soube do acidente.

Segundo o adolescente, a mãe dele sempre falou sobre doar os próprios órgãos ou o corpo para estudos após a morte dela. Entretanto, por causa das condições do acidente, nenhuma das duas opções foi possível.

Pensando nesse desejo da mãe e sabendo como a irmã ficaria feliz em poder levar alegria para outra pessoa, Gustavo optou pela doação de órgãos de Gabrielli.

Clique aqui para receber as notícias do Portal Alto Piquiri em Tempo Real através do WhatsApp

Em entrevista à RPC, o adolescente relembrou como os pais eram trabalhadores. O casal tinha uma empresa em Cascavel.

"Eu digo que fui bem criado, eles me ajudaram muito a ser quem eu sou hoje em dia. Minha mãe fez eu ser forte. Ela sempre falava que nunca há tempo ruim, que a gente sempre tem que continuar firme."

Acidente

 

A família estava em uma carro quando foi atingida por um caminhão na BR-369, em Cascavel, na sexta-feira (1º).

 

Após o acidente, a menina foi encaminhada para atendimento no HUOP.

Segundo a PRF, a batida aconteceu no momento em que o carro da família tentava atravessar a rodovia. O caminhão estava na preferencial e acabou batendo no veículo.

 

A polícia também afirmou que chovia no momento do acidente e ainda estava escuro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias