Segunda, 29 de Novembro de 2021
26°

Pancada de chuva

Alto Piquiri - PR

PARANÁ Repovoamento

Rio Ivaí recebe 220 mil dourados e lambaris

Os peixes soltos são juvenis e, por isso, farão a desova já na piracema, que segue até o mês de março, colaborando com o repovoamento

16/11/2021 às 05h06 Atualizada em 16/11/2021 às 05h10
Por: Redação Fonte: Canal Rural
Compartilhe:
Soltura de 20 mil dourados e 200 mil lambaris no Rio Ivaí, em Mirador, noroeste do Paraná. Foto: Alessandro Vieira/Sedest
Soltura de 20 mil dourados e 200 mil lambaris no Rio Ivaí, em Mirador, noroeste do Paraná. Foto: Alessandro Vieira/Sedest

Neste domingo (14), 20 mil dourados e 200 mil lambaris foram soltos no Rio Ivaí, em Mirador, no noroeste do Paraná, pelos 200 participantes do 20º Hally Fluvial SOS.

Os competidores foram recepcionados pelo secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), Márcio Nunes.

Os peixes soltos são juvenis e, por isso, farão a desova já na piracema, que segue até o mês de março, colaborando com um repovoamento ainda maior das espécimes no Rio Ivaí. Eles foram adquiridos com base na Resolução Conjunta número 10/2021, da Sedest e o Instituto Água e Terra (IAT), publicada em abril deste ano, com normas para estocagem e repovoamento de peixes.

A atividade faz parte do Programa Rio Vivo, que já promoveu a soltura de 670 mil peixes alevinos e juvenis nas Bacias Hidrográficas Iguaçu, Paraná, Paranapanema e Ivaí. Além do repovoamento dos rios, o objetivo é promover a educação ambiental. Durante o evento, crianças aprendem sobre a importância de cuidar da fauna aquática e do entorno dos rios, com o plantio de mudas de árvores nativas, através do programa Paraná Mais Verde.

“Estamos aqui tratando de uma questão de educação. Este é um momento que mostra o respeito que o Governo tem com o meio ambiente”, destacou o secretário. Pelo programa, os peixes recebem todo o tratamento adequado para estarem aptos à soltura. “São ações simples, mas que colocaram o Paraná como o número um no ranking de competitividade dos estados e também conquistamos o prêmio da OCDE, organismo da ONU que diz que o Paraná é o estado que tem as melhores práticas com relação à conservação do meio ambiente”, completou o secretário.

superintendente de Pesca e Bacias Hidrográficas do Paraná pela Sedest, Francisco Martin, destacou a importância do Rio Ivaí para a pesca esportiva. “Este é um trecho que o Governo do Estado entende que pode se tornar uma reserva esportiva e referência para o Brasil e o mundo. Pretendemos trazer turistas de fora para a pesca na modalidade esportiva e para isso, estamos aumentando a quantidade de peixe, cuidando e preservando”, disse.

HALLY

Durante 20 anos, esta é a primeira vez que o Hally Fluvial SOS Rio Ivaí tem o apoio e a participação efetiva do Governo do Estado. Os competidores navegam 220 km com atividades ecológicas, plantando mudas de árvores e recolhendo resíduos do rio.

O evento é organizado pela Associação Regional de Proteção e Pesca Amadora de Paraiso do Norte (ARPPAPAN) e pela Associação de Proteção Ambiental e Pesca Amadora de São Carlos do Ivaí (APAPASC), com apoio da Sedest e Instituto Água e Terra (IAT), comunidade e parceiros.

Clique aqui para receber as notícias do Portal Alto Piquiri em Tempo Real através do WhatsApp

Durante o trajeto, os barcos passam pelas belezas do Rio Ivaí com corredeiras, praias, ilhas e diversidade de fauna e flora. O ponto de partida, neste sábado (13), foi no município de São Carlos do Ivaí, na Balsa Santo Antônio. O hally termina nesta segunda-feira (15), no Porto Camargo, em Icaraíma.

** Envie fotos, vídeos, sugestão de pautas, denúncias e reclamações para a equipe Portal AltoPiquiri.com.br pelo WhatsApp (44) 9 8806-5594.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias