Sexta, 20 de Maio de 2022

Poucas nuvens

Alto Piquiri - PR

BRASIL Mega assalto

Dinamites, fuzis e carros de luxo blindados são apreendidos em SC; polícia suspeita de mega-assalto

Quadrilha de São Paulo era monitorada na região de Joinville desde o final de dezembro do ano passado. Ação era prevista para a noite de segunda-feira.

25/01/2022 às 05h59
Por: Redação Fonte: Clarìssa Batìstela, g1 SC
Compartilhe:
Quadrilha é desarticulada em SC antes de mega-assalto — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Quadrilha é desarticulada em SC antes de mega-assalto — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Polícia Civil apreendeu dezenas de bananas dinamites, três fuzis, munições e seis carros de luxo blindados em um galpão às margens da BR-280, em Araquari, no Norte catarinense, nesta segunda-feira (24). Três moradores de São Paulo foram presos em flagrante.
Um dos presos era procurado por crime similar em Araçatuba (SP) e a suspeita é de que o grupo planejava um mega-assalto na região de Joinville, segundo delegado Murillo Batalha.
“Pelas informações colhidas e apreensões realizadas, eles iriam fazer uma ação em alguma cidade próxima nos mesmos moldes do crime [assalto a banco] que aconteceu em Criciúma”, disse.
O delegado disse que a movimentação da quadrilha era monitorada na região pela equipe da Divisão de Investigação Criminal (DIC) desde o final dezembro do ano passado.
"Pelas nossas investigações, o crime aconteceria nesta noite [de segunda-feira] ou de terça para quarta-feira, muito provavelmente em Joinville ou em alguma cidade próxima. Com essa ação, conseguimos evitar esse crime", afirmou.
Ao meio-dia desta segunda, uma operação da polícia desarticulou o grupo. No local também foram recolhidos miguelitos [pregos retorcidos jogas no asfalto durante as fugas], uma pistola, carregadores de armas e coletes à prova de balas.
Os veículos, segundo a polícia, tinham placas clonadas e as investigações continuam.
"Também estamos compartilhando informações com os policiais que investigaram o caso em Criciúma. A Polícia Civil conseguiu prender mais de 16 pessoas, mas há possibilidade desses três presos em Araquari estarem envolvidos nessa ação", disse.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias