Sexta, 20 de Maio de 2022

Poucas nuvens

Alto Piquiri - PR

MUNDO Mexico

Menino de 6 anos sofre parada cardíaca e não resiste após beber energético

O menino não conseguiu resistir após consumir a bebida, tendo uma parada cardíaca.

30/04/2022 às 15h00
Por: Redação Fonte: Redação com informações
Compartilhe:
Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

Uma criança de apenas seis anos de idade acabou morrendo após ter ingerido um energético. O menino tomou a bebida na casa de sua avó. O caso aconteceu na região do México. Ele morreu devido a ter sofrido uma parada cardíaca.

Foi dito que o menino pegou um copo que estava sob a mesa. Pouco tempo depois, começou a passar muito mal, assim sendo encaminhado para uma unidade de saúde. No local, foi diagnosticado com intoxicação, sofreu a parada cardíaca e ficou uma semana inteira em coma. Posteriormente, foi confirmado que ele teve morte cerebral.

Clique aqui para receber as notícias do Portal Alto Piquiri em Tempo Real através do WhatsApp

Essa situação acende o alerta para os pais e especialistas, para que evitem que seus filhos bebam essas bebidas, pois possuem uma alta quantidade de cafeína e açúcar.

Até o momento, não existem informações se a criança teria alguma doença ou condição que teria potencializado o efeito da bebida e afetado o seu corpo de forma mais dura.

“Infelizmente meu filho não aguentou mais. Agora vamos ver as despesas do funeral para dar a ele seu sepultamento cristão”, lamentou a mãe, após ter a confirmação de que seu filho partiu.

Estudos indicam que o consumo de bebidas energéticas pode estar associada a uma maior incidência de ataques cardíacos, infarto do miocárdio e outras doenças relacionadas ao coração.

O energético que a criança bebeu é da marca Monster. A marca foi procurada, mas não se pronunciou sobre o caso.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias