Sexta, 20 de Maio de 2022

Poucas nuvens

Alto Piquiri - PR

POLÍTICA Eleições 2020

Vereadores renunciam funções em Francisco Alves e não empossam Cabelo do Povão

Cabelo do Povão foi destituído do cargo por viagem feita na cidade de Salto Del Guairá com carro oficial do município.

04/05/2022 às 17h10
Por: Redação Fonte: Umuarama News
Compartilhe:
Foto: Terceiro Milenio
Foto: Terceiro Milenio

A sessão da Câmara Municipal de Francisco Alves, realizada na segunda-feira (2), na qual o vereador cassado Liomar Mendes Lisboa (Cabelo do Povão) seria reempossado por força de mandado judicial no cargo de vereador e Presidente do Poder Legislativo, aconteceu de forma inédita.

Estavam presentes os vereadores, Dario Aparecido de Nigro, Juliano Vaz de Almeida (Cabeça), Valdinei Cardoso dos Santos, Jesse Antunes dos Santos, Jair Ozorio, Simone de Oliveira Avanci e Cione Cassin do Nascimento.

 

O vice presidente Cione Cassin Nascimento, que ocupava o cargo desde janeiro de 2021 quando o então presidente da Câmara Liomar Mendes Lisboa assumiu interinamente o cargo de Prefeito Municipal, abriu a sessão cumprimentando os presentes e, na sequência o vereador Valdinei Cardoso fez uso da palavra renunciando ao cargo de 2º secretário da mesa diretora com base no artigo 21 do regimento interno, alegando incompatibilidade com o atual presidente, seguiram a mesma linha apresentando a renúncia de seus cargos o vereador Cione Cassin vice presidente e Jesse Antunes 1º secretário, usando o mesmo argumento “incompatibilidade” com o atual presidente. Antes do encerramento da sessão o vereador Jesse anunciou que estará protocolando um requerimento para que haja nova eleição para uma nova mesa diretora.

Em seguida a sessão foi encerrada o que surpreendeu a todos os presentes, que aguardavam o vereador Liomar ser reempossado ao cargo uma vez que vereador havia sido cassado em 9 de março e obteve judicialmente seu retorno ao cargo, porem isso não aconteceu. Dos sete vereadores que votaram pela cassação de Cabelo do Povão, seis estavam presentes, todos se retiraram do plenário da câmara sob vaias da população.
Na terça-feira (3) o vereador e presidente da Câmara Liomar Mendes Lisboa, informou pelas redes sociais, através de um vídeo, que já está tomando as providências necessárias para solucionar os problemas que acabaram ocorrendo na Câmara Municipal de Francisco Alves, de acordo com o Regimento Interno.

Troca das cadeiras

No vídeo divulgado pelas redes sociais, o vereador Cabelo do Povão explica que presidente da Câmara, primeiro secretário e segundo secretário, se desligaram das funções da Mesa Diretoria do Poder Legislativo de Francisco Alves. “A Câmara Municipal é regida pelo presidente, vice, primeiro e segundo secretários. Sem eles, os trabalhos diretos com o Poder Executivo ficam parados. O Regimento Interno da Câmara diz que na próxima sessão deverá ser realizada a sessão da nova Mesa e, se não houver êxito em três tentativas consecutivas, serão empossados automaticamente como membros os vereadores mais votados”, explica Liomar. Ele reforça ainda que se houver novamente uma negativa, os parlamentares deverão deixar os cargos para que assumam os suplentes.

Compras no PY

Cabelo do Povão foi destituído do cargo de presidente da Câmara e depois foi cassado pelo parlamento em sessão especial na quarta-feira, 9 de março, depois que uma Comissão Processante foi formada a partir de uma denúncia feita por um proprietário rural do município.

O documento elaborado por José Garcia de Araujo, morador no sítio São João, na Estrada Duvida, pedia para que os vereadores apurassem suposta infração político-administrativa, consistente no uso de veículo oficial para fins particulares.

Clique aqui para receber as notícias do Portal Alto Piquiri em Tempo Real através do WhatsApp

Cabelo do Povão chegou a assumir o cargo de prefeito interino do município e, foi justamente neste período que ele foi flagrado utilizando um carro da Secretaria Municipal de Saúde de forma irregular.

O documento apresentado e protocolado na Câmara de Francisco Alves, foi baseado em notícias divulgadas em sites e canais de televisão do Estado que mostram imagens e fotos do veículo da prefeitura sendo abordado por autoridades paraguaias no dia 16 de setembro de 2021, na cidade de Salto Del Guairá. Segundo a denúncia, Cabelo do Povão estaria fazendo compras no país vizinho. À época, o então prefeito interino não possuía autorização para a viagem para fora do país.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias