Portal Alto Piquiri

Terça, 22 de outubro de 2019

Notícia

Tribunal multa atual e ex-prefeitos de Xambrê e instaura tomada de contas

Portal Alto Piquiri

Publicidade

Nome do anunciante aqui!
Foto: Wagner Araújo/Divulgação TCE-PR

OUVIR NOTÍCIA

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) emitiu Pareceres Prévios pela irregularidade das Prestações de Contas Anuais (PCAs) de 2016 e de 2017 do Município de Xambrê (Noroeste do Estado). As PCAs são, respectivamente, de responsabilidade do ex-gestor Lucas Campanholi (gestões 2009-2012 e 2013-2016) e do atual prefeito, Waldemar dos Santos Ribeiro Filho (gestão 2017-2020).

Os membros da Segunda Câmara da corte deliberaram pela aplicação de multas aos gestores. Enquanto Campanholi foi sancionado duas vezes, totalizando R$ 7.301,70, Waldemar Ribeiro Filho foi penalizado uma vez, em R$ 3.129,30. As quantias são válidas para pagamento em outubro.

As sanções estão previstas no artigo 87, incisos III e IV, da Lei Orgânica do TCE-PR (Lei Complementar Estadual nº 113/2005). Elas correspondem, respectivamente, a 70 e 30 vezes o valor da Unidade Padrão Fiscal do Estado do Paraná (UPF-PR). O indexador, que tem atualização mensal, vale R$ 104,31 neste mês.

 

Irregularidades

Tanto a desaprovação das duas PCAs quanto a aplicação de uma das multas a Campanholi foram motivadas pelo não cumprimento, por parte da prefeitura, do pagamento de contribuições mínimas - estipuladas em decisão anterior do TCE-PR - cujo objetivo é sanar, até 2045, o déficit atuarial do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) do município.

Ambos os gestores ainda foram multados pelo atraso no envio de dados ao Sistema de Informações Municipais - Acompanhamento Mensal (SIM-AM) do Tribunal. Este item foi objeto de ressalva na apreciação das duas prestações de contas, assim como as divergências detectadas entre o saldo do balanço patrimonial encaminhado ao SIM-AM e aquele apresentado pela contabilidade do município.

Já o atraso na realização de audiência pública para avaliação das metas fiscais relativas ao terceiro quadrimestre do ano precedente foi ressalvado apenas nas contas de 2017. Além das sanções financeiras, o Tribunal determinou abertura de Tomada de Contas Extraordinária, com a finalidade de apurar possíveis danos ao RPPS de Xambrê e punir os eventuais responsáveis.

 

Decisão

A Coordenadoria de Gestão Municipal (CGM) do TCE-PR e o Ministério Público de Contas (MPC-PR) opinaram pela irregularidade das contas com ressalvas e aplicação de multas nos dois processos. Esse foi o mesmo entendimento adotado pelo relator dos processos, conselheiro Ivan Bonilha.

Os demais membros da Segunda Câmara do TCE-PR acompanharam o voto do relator, na sessão de 3 de setembro. As decisões estão expressas nos Acórdãos de Parecer Prévio nº 251/19 e 252/19, ambos emitidos pela Segunda Câmara da corte e veiculados em 17 de setembro, na edição nº 2.145 do Diário Eletrônico do TCE-PR (DETC). Em 20 de setembro, o Município de Xambrê ingressou com Recurso de Revista em relação às contas de 2016. Com relatoria do conselheiro Fabio Camargo, o recurso (Processo 638620/19) será julgado pelo Pleno do Tribunal.

Após o trânsito em julgado dos dois processos, os Pareceres Prévios do TCE-PR serão encaminhados à Câmara Municipal de Xambrê. A legislação determina que cabe aos vereadores o julgamento das contas do chefe do Executivo municipal. Para desconsiderar a decisão do Tribunal expressa no Parecer Prévio são necessários dois terços dos votos dos parlamentares.

 

Serviço

Processos :

    250757/17 e 227473/18

Acórdãos de Parecer Prévio nº:

    251/19 e 252/19 - Segunda Câmara

Assunto:

    Prestação de Contas do Prefeito Municipal

Entidade:

    Município de Xambrê

Interessados:

    Lucas Campanholi e Waldemar dos Santos Ribeiro Filho

Relator:

    Conselheiro Ivan Lelis Bonilha

 

Fonte: TCE/PR

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Publicidade

Nome do anunciante aqui!

Veja também

TRE-PR Cassa mandatos de Jonas Guimarães e Ricardo Barros
21Out

TRE-PR Cassa mandatos de Jonas Guimarães e Ricardo Barros

Cabe recurso com efeito suspensivo da cassação

Corpo de segunda vítima é encontrado no Rio Piquiri, em Formosa do Oeste
21Out

Corpo de segunda vítima é encontrado no Rio Piquiri, em Formosa do Oeste

Ao que tudo indica, o corpo é de Marcelo Laves de Lima, 41 anos

Defesa Civil emite alerta de temporal para várias regiões do Paraná
21Out

Defesa Civil emite alerta de temporal para várias regiões do Paraná

Alto Piquiri está entre as regiões com risco de temporal nesta segunda-feira (21)

Família é presa suspeita de produzir e vender linguiça feita com carne de cachorro
20Out

Família é presa suspeita de produzir e vender linguiça feita com carne de cachorro

Segundo a Polícia Militar as denúncias eram feitas desde 2015

MAIS NOTÍCIAS

Publicidade

Parceiro
Portal Alto Piquiri
Parceiro
Portal Alto piquiri
Parceiro
Portal Alto Piquiri
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )